quarta-feira, 13 de junho de 2012

Em Lourdes, Nossa Senhora coliga seus filhos para a vitória final

Procissão das velas em Lourdes
Procissão das velas em Lourdes
Na abertura do Jubileu do 150º aniversário das aparições de Lourdes em 8 de dezembro de 2008, festa da Imaculada Conceição, mais de 150 mil fiéis afluíram a Lourdes.

Em longas filas tranqüilas, sob o frio e a chuva, os peregrinos passavam as mãos pelas paredes de granito da gruta, como que desejando apalpar o imponderável sobrenatural que delas emana.

A superfície áspera da pedra tornou-se suave e polida até onde alcançam as mãos, transformando-se no mais expressivo livro de visitas assinado pelos milhões de fiéis que ali desfilam anualmente.


As mãos dos fiéis alisaram a pedra da gruta (parte escura)
As mãos dos fiéis alisaram a pedra da gruta (parte escura)
Naquela data, o Cardeal Dias, Legado do Papa S.S. Bento XVI lembrou aos presentes que as aparições de Lourdes não são aparições fechadas em si mesmas.

Pelo contrário, elas se encaixam “na luta permanente e feroz entre as forças do bem e as forças do mal, desde o início da história humana, e que continuará até o final”.

Nessa imensa luta histórica, as aparições de Lourdes “marcam a entrada decisiva da Virgem no cerne das hostilidades entre Ela e o diabo, como está descrito no Gênesis e no Apocalipse”.

Referia-se o representante do Papa à realidade fundamental que marca a existência da humanidade neste vale de lágrimas.

A luta da Santíssima Virgem e os filhos da luz,  contra o demônio, a serpente infernal, e seus sequazes, os filhos das trevas.
A luta da Santíssima Virgem e os filhos da luz,
contra o demônio, a serpente infernal, e seus sequazes, os filhos das trevas.

Ou seja, a luta da Santíssima Virgem e os filhos da luz seus seguidores, de um lado, contra o demônio, a serpente infernal, e seus sequazes, os filhos das trevas.

O Gênesis registra-a assim: “O Senhor Deus disse à serpente: [...] Porei inimizades entre ti e a mulher, entre a tua posteridade e a sua. Ela te pisará a cabeça e tu armarás traições ao seu calcanhar” (Gen. 3, 14-15).



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário. 



Um comentário:

  1. A TRAIÇÃO DA SERPENTE É SILÊNCIOSA...VALEI-ME NOSSA SENHORA DE LOURDES!!!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.