quarta-feira, 18 de abril de 2012

Nossa Senhora em Lourdes leva as almas para o céu pela aceitação da dor e até da derrota


Quando os senhores abrem os olhos nesse mundo aqui em volta, prestam a atenção como é a natureza humana decaída pelo pecado original.

Então, os senhores compreendem que os atos de abnegação estão muito longe da natureza humana.

Eles causam ao egoísmo humano um tal horror, que na aceitação da dor há um milagre maior do que todas as curas que se fazem em Lourdes.

Isto mostra bem qual é a intenção de Nossa Senhora nas curas de Lourdes: é a de produzir esses milagres de caráter espiritual, moral que levam as almas para o céu.

O quê é que seria Nossa Senhora, se Ela aparecesse em Lourdes para fazer bem para os corpos que perecem, e não para as almas que não perecem?

E qual seria o maior desejo desse amor dEla aos homens, a não ser o principal objetivo de leva-las para o amor de Deus? Porque nada de melhor para os homens se pode desejar.

E depois, porque a gente deve amar mais a Deus do que aos homens, então nós compreendemos bem o grande ensinamento de Lourdes.

O maior ensinamento de Lourdes não é o ensinamento apologético, tão grande, tão importante.

Mas é esse ensinamento da aceitação da dor, da aceitação do sofrimento, da aceitação da derrota, da aceitação do fracasso se preciso for.

Os senhores dirão: “Mas é muito difícil aceitar isto. É muito difícil carregar a dor por esta forma”.

E a resposta nós temos na agonia de Nosso Senhor Jesus Cristo no Horto das Oliveiras. Quando posto diante de todo o sofrimento que estava diante dEle, Ele disse: “Se for possível afaste-se de mim este cálice. Mas seja feita a vossa vontade e a não a minha.”

E é a posição que nós devemos ter diante de nossos sofrimentos particulares. Se for possível, afaste-se de mim este cálice. Mas seja feita a vossa vontade e não a minha.

Veio um Anjo consolar a Nosso Senhor. A graça nos consolará a nós também nos sofrimentos que Nossa Senhora nos manda.

Coragem, portanto, resolução, energia, compreensão do significado do sofrimento, e alegria por nós sofrermos.


Porque se sofre, é dos predestinados.


São os réprobos os que não sofrem.

(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, 6.2.65. Texto não revisto pelo autor).



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.