domingo, 7 de abril de 2013

Reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano

Reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano
Reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano

Nos jardins do Vaticano existe uma reprodução da Gruta de Lourdes.

Ela foi ali instalada mediante uma doação do bispo de Tarbes – diocese onde está Lourdes –, D. Francisco Xavier Schoepfer, ao Papa S.S. Leão XIII.

As duas personalidades religiosas estão retratadas em medalhões na fachada da Gruta, que foi desenhada pelo arquiteto dos Sagrados Palácios Apostólicos, Costantino Schneider.

Em 1° de junho de 1902 a gruta foi visitada pela primeira vez pelo Papa, na presença de numerosos Cardeais, Bispos e do público.


A construção foi financiada por uma coleta especial promovida pelos Missionários da Imaculada em todo o mundo católico.
Imagem na reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano
Imagem na reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano
Em 1902, havia 23 anos que Santa Bernadette deixara esta terra.

Ela morreu como freira da Caridade e da Educação Cristã no ano de 1879, em Nevers, com a idade de 35 anos.

Porém, a inauguração solene só aconteceu no pontificado de São Pio X, em 28 de março de 1905.

São Pio X, que no mundo se chamava Giuseppe Melchiorre Sarto, foi eleito em 4 de agosto 1903. Em 1912, ele determinou que a diocese de Tarbes mudasse de nome para Tarbes-Lourdes.

São Pio X teve muita influência na promoção da devoção a Nossa Senhora de Lourdes e estimulou vivamente os bispos a reconhecerem os milagres que estavam pendentes de aprovação eclesiástica.

Muitos bispos tinham medo de desafiar o laicismo cristofóbico da época e deixavam engavetados processos em que a ciência reconhecia não haver explicação humana para as curas havidas.

Bernadette Soubirous foi beatificada em 1925 e canonizada em 1933. Naquele ano, o Papa Pio XI decidiu demolir uma das partes secundárias da Gruta no Vaticano, a qual havia suscitado críticas estéticas e estava em mau estado.

Reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano
O altar veio de Lourdes
Em 1960, D. Théas, bispo de Tarbes e Lourdes, doou ao Papa o altar que havia sido feito para a Gruta de Lourdes por ocasião do cinquentenário das aparições.

A simplicidade da cópia da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano evoca a despretensão da própria gruta de Massabielle.

Ao lado da gruta vaticana foi montada uma fonte recordando o pedido feito por Nossa Senhora a Santa Bernadette de ir à fonte de Lourdes para se lavar e beber dela.

No dia 31 de maio de cada ano, o Papa dirige a palavra aos fiéis que participaram da procissão de encerramento do mês mariano junto a esta reprodução da Gruta de Lourdes.

(Fonte: Luci sull’Est)



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.