quarta-feira, 5 de julho de 2017

Se Nossa Senhora de Lourdes fosse bem conhecida, o mundo seria outro

Nossa Senhora de Lourdes deveria ser mais conhecida
Nossa Senhora de Lourdes deveria ser mais conhecida
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Maria Santíssima é desconhecida; Maria Santíssima deve ser conhecida; e, sendo conhecida, virá o reino de Cristo.

Em Lourdes Nossa Senhora veio instalar uma fonte extraordinária e ininterrupta de graças própria para propagar a devoção a Ela.

E por esse modo promover possantemente a vinda o reino de Cristo.

Trata-se, portanto, de uma intervenção maternal de larga visão e de alcance histórico muito amplo, fixando-se no desejo de trazer o reino de Cristo.

Pois, infelizmente, no mundo não possui a paz de Cristo no reino de Cristo. Até pelo contrário...

Mas Nosso Senhor quis enviar sua Santíssima Mãe na frente, e fazer preceder seu reinado pelo reinado de Maria Santíssima nas almas.

E isto é dito em certo sentido apenas, pois o reinado de Nossa Senhora nas almas implica ipso facto o reinado de Cristo nas mesmas almas. Pois onde está a Mãe esta o Filho.

O grandíssimo apóstolo da devoção a Nossa Senhora São Luís Grignion de Montfort explica isso em seu Tratado da Verdadeira Devoção:

“Foi por intermédio da Santíssima Virgem Maria que Jesus Cristo veio ao mundo”, isto é, se Maria Santíssima não tivesse vindo ao mundo, Jesus Cristo não teria vindo;

“e é também por meio d'Ela que Ele deve reinar no mundo”, ou seja, a devoção a Jesus Cristo deve vir ao mundo por intermédio de Maria Santíssima.

Espalhar a devoção a Maria Santíssima é, pois, nesta perspectiva, a maior obra a que um homem pode se dedicar.

E isso só justificaria a devoção a Nossa Senhora de Lourdes.

Para São Luís Grignion, que foi um santo-profeta o mais essencial e urgente é preparar o futuro reino de Cristo.

São Luís Maria Grignion de Montfort foi tal vez o maior apóstolo da devoção a Nossa Senhora
São Luís Maria Grignion de Montfort
foi tal vez o maior apóstolo da devoção a Nossa Senhora
E isso se fará quase que automaticamente se se espalhar a perfeita devoção a Maria.

A derrota do caos e imoralidade do mundo e a restauração da civilização sobre os princípios da Igreja Católica não se começam, portanto, por meio da política, das obras, do talento ou da ciência.

E Nossa Senhora em Lourdes nos fornece exemplos escachoantes.

Ela passa por cima de todos os argumentos, ciências e técnicas humanos e de um modo imponderável, sutil, misterioso, muito materno cura os males de corpo.

E sobre tudo, cura os males mais difíceis de sarar: os da alma.

Na época de São Luís Grignion, o magnífico orador Bossuet encantava e deslumbrava com seus sermões a corte de Versailles e os ambientes cultos de Paris.

Entretanto, ele nada conseguiu de decisivo para sarar a França e evitar sua derrocada religiosa.

O começo da regeneração de todas as coisas está na piedade, no afervoramento da vida interior, está propriamente nos fundamentos religiosos da vida de um povo.

E isso, em Lourdes, Nossa Senhora faz.

O mais são consequências. São complementos importantes, é verdade, mas complementos.



Conheça mais sobre o “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”, de São Luís Maria Grignion de Montfort



VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.