Outras formas de visualizar o blog:

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Mais cinco curas inexplicáveis constatadas pela medicina em Lourdes


Em 1º de dezembro, o Comitê Médico Internacional de Lourdes (CMIL) a mais alta instância médica que analisa as curas inexplicáveis em Lourdes, deu a conhecer mais cinco fatos remarcáveis e não explicáveis pela medicina, verificados no santuário. Os beneficiados têm entre 40 e 69 anos.

A senhora B. (o relatório resguarda a privacidade das pessoas), 53 anos, em junho de 2004 foi pela sexta vez a Lourdes em cadeira de rodas.

Meditando a passagem evangélica da mulher que sarou tocando na franja da túnica de Nosso Senhor Jesus Cristo, realizou que ela nunca pedira sua cura em Lourdes, e que isso não concordava com o exemplo do Novo Testamento.

Decidiu, então, pedir a graça. E eis que sem nada sentir, pura e simplesmente levantou-se e começou a caminhar, trabalhar e mexer-se em todos os sentidos.

Essa cura imediata foi a reposta de Deus à oração feita por meio da intercessão de Nossa Senhora de Lourdes.

A senhora P. de 47 anos de idade sofria invalidez quase total, resultante de um acidente de carro. Ela não acreditava muito quando foi a Lourdes.

Na hora da voltar para casa lavou-se com água da fonte. No dia seguinte, ao acordar já não tinha mais dor alguma, estava curada!

A medicina constata os fatos. Só os bispos diocesanos podem reconhecê-los canonicamente como milagres e propô-los enquanto tais aos fiéis.


Desejaria receber gratis as próximas atualizações de 'Lourdes 150º aniversário das aparições' no meu Email