quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Mais um milagre de Lourdes proclamado oficialmente. É o nº 70

A irmã Bernadette Moriau emocionada pelo acontecido.
A irmã Bernadette Moriau emocionada pelo acontecido.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Mons. Jacques Benoit-Gonnin, bispo de Beauvais, norte da França reconheceu canonicamente mais um milagre de Nossa Senhora de Lourdes, no dia de sua festa, 11 de fevereiro de 2018, noticiou “Clarin” de Buenos Aires.

O reconhecimento oficial do milagre aconteceu após os rigorosos procedimentos do Bureau Médico de Lourdes – uma espécie de primeira instancia para analisar clinicamente os casos alegados – e do Comité Médico Internacional de Lourdes, uma segunda instância muito exigente.

No fim de exaustivas análises esses comitês devem responder se houve uma “mudança repentina, instantânea, completa e duradoura” que não tem explicação “dentro do atual estágio do conhecimento científico”.

Em caso de resposta positiva, o processo é encaminhado ao bispo da diocese de residência do beneficiado. O prelado deve decidir se procede ou não à proclamação canônica do milagre.

Só o bispo em nome da Igreja pode declarar o milagre. Os médicos, ainda que muito categorizados, só concluem que a cura é inexplicável segundo a ciência.

A beneficiada foi a religiosa Bernadette Moriau da Congregação das Franciscanas Oblatas do Sagrado Coração de Jesus, de 79 anos de idade. O seu é o milagre nº 70 oficialmente reconhecido de acordo com esse exigente périplo médico e canônico.

A irmã Bernadette esteve praticamente paralítica durante quase três décadas. Ela mesma reconhece que não acreditava muito em milagres, que nunca o pediu para si, e nem lhe ocorreu ir a Lourdes procurando a cura.

Mons Brouwet, bispo de Lourdes, e o Dr Alessandro de Franciscis, chefe do Bureau Médico de Lourdes, apresentam o 70º milagre
Mons Brouwet, bispo de Lourdes, e o Dr Alessandro de Franciscis,
chefe do Bureau Médico de Lourdes, apresentam o 70º milagre
A religiosa é franciscana desde que tem 19 anos e sofria dores lombares e ciáticos desde 1966 que degeneraram em déficit neurológico em 1987. Desde essa data não pode mais caminhar.

Foi-lhe diagnosticada síndrome da cauda equina, um tipo de estenose espinhal que afeta a cauda equina, o conjunto de nervos localizado no final da medula espinhal.

Após décadas virtualmente imobilizada, ela foi convidada a uma romaria ao santuário de Lourdes no sul da França, famoso pelos milagres que ali opera Nossa Senhora.

Foi em 2008, há 10 anos que aconteceu a cura “repentina, instantânea, completa e duradoura”.

Mons. Nicolas Brouwet, bispo de Tabes-Lourdes, em cuja diocese se encontra o santuário anunciou o milagre no domingo 11 de fevereiro na basílica de Lourdes.

Segundo contou a irmã Bernadette ao jornal de Paris “Le Figaro” “em fevereiro de 2008, meu médico me convidou à peregrinação diocesana que teria lugar entre 3 e 7 de julho […].

“Eu nunca tinha ido a Lourdes como doente […],

“em 2008, nós comemorávamos os 150 anos das aparições da Virgem Maria a Bernadette […].

“Na gruta, eu senti a presença misteriosa de Maria e da pequena Bernadette […].

“Eu nunca pedi a cura, mas sim a conversão do coração e a força para suportar minha vida de doente”, recolheu o “Le Figaro”.

Mons. Jacques Benoit-Gonnin, bispo de Beauvais proclamou o 70º milagre de Lourdes.
Mons. Jacques Benoit-Gonnin, bispo de Beauvais
proclamou o 70º milagre de Lourdes.
Quatro dias depois de voltar da peregrinação a Lourdes, durante um momento de adoração do Santíssimo Sacramento em sua comunidade, teve “uma sensação de calor e uma melhora em todo o meu ser. Eu me senti bem”, descreveu a ACI Digital.

No documento de reconhecimento do milagre, o bispo de Beauvais, Mons. Jacques Benoit-Gonnin sintetiza os fatos, acontecidos após o retorno da peregrinação:

“Foi no dia 11 de julho, após um momento de adoração num espírito de comunhão com Lourdes e da romaria que ela acabava de fazer. De volta na sua cela, ela sentiu um chamado a tirar seus aparelhos que lhe seguravam o peito e as pernas, e a desligar o neuroestimulador.

“Imediatamente, ela começou a caminhar sem ajuda alguma, de forma totalmente autônoma.

“Ela chamou as irmãs para serem testemunhas e elas não puderam senão constatar a mudança”.

O médico que tratava a irmã Bernadette Moriau constatou a cura e apresentou a paciente ao Bureau Médico de Lourdes.

Desde aquela data, ela foi submetida a numerosos exames e análises, além de consultas e testes.

Em novembro de 2016, o Comité Médico Internacional de Lourdes votou por unanimidade menos um que a cura “permanecia inexplicável pelo estado atual de nossos conhecimentos científicos”, registrou a revista “Le Point”. 

Declaração do caráter prodigioso miraculoso da cura da irmã Bernadette Moriau
Declaração do caráter prodigioso miraculoso
da cura da irmã Bernadette Moriau
Atingido esse ponto, a responsabilidade de reconhecer o milagre fica inteira com o bispo diocesano.

Infelizmente muitos bispos temem faze-lo para não chocar a tendência relativista e naturalista dominante.

Não foi o caso do bispo de Beauvais. Ele contou que criou uma comissão diocesana para estudar o caso.

Também essa se rendeu diante dos fatos, e o bispo após oração, decidiu reconhecer o “carácter prodigioso miraculoso” da cura, feita por Deus pela intercessão de Nossa Senhora de Lourdes.

O bispo confiou ao “Le Figaro” que após tomar a decisão sentiu uma grande seriedade e alegria.

Seriedade porque estava diante de uma intervenção de Deus que o superava inteiramente. Alegria por um evento extraordinário que se havia produzido visivelmente em conexão com Nossa Senhora.

“De fato – concluiu Dom Benoit-Gonnin –, muitas vezes o milagre é realizado através da intercessão de um santo que é invocado. Neste caso, Deus age através da intercessão da Virgem Maria, venerada em Lourdes”.


Vídeo: a irmã Bernadette conta como foi o milagre (em francês)




VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Gruta de Lourdes na França: veja em direto


Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs
Em caso de dificuldade de visualização CLIQUE AQUI



sábado, 10 de fevereiro de 2018

Nossa Senhora de Lourdes
enquanto Medianeira de todas as graças

Madonna dei raccomandati (dos que a Ela se encomendam)
catedral de Orvieto, Itália. Lippo Memmi (1291 — 1356)
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Para Nossa Senhora ser verdadeiramente Rainha é preciso que Ela possa junto a Deus tudo quanto Ela quer.

Por esta forma Ela governa o mundo.

Nossa Senhora tem uma natureza humana como a nossa.

E pela sua natureza, Ela não tem mais poder sobre os astros, sobre os homens, do que nós temos.

Para ter o reinado de todo o universo, Ela deve ser a Rainha de todos os anjos, de todos os santos, de todos os homens, de todo o mundo material e dominadora terribilíssima e completa do demônio.

Para isto Ela precisa ter a graça de Deus.

E é enquanto ponto de convergência de todas as graças de Deus, que ela é Rainha.

A onipotência de Nossa Senhora tem sido muitas vezes chamada, e muito adequadamente, de onipotência suplicante.

Porque é por meio da súplica que Ela pode tudo. Ela é Rainha porque Ela pode tudo junto d’Aquele que pode tudo.

Doentes diante da Gruta de Lourdes
Portanto, o Reinado de Nossa Senhora é o reinado das súplicas que Ela faz, do valor das orações que Ela oferece.

Portanto, a realeza de Nossa Senhora está numa conexão íntima com o fato de Ela ser o canal de todas as graças.

Ela é a Rainha de tudo, porque todas as graças que são dadas aos homens, são dadas pelas mãos d’Ela.

Todos os pedidos que os homens fazem são apresentados por meio d’Ela.

E se todos os santos e anjos do Céu pedissem algo que não fosse por meio d’Ela não obteriam.

Ela sozinha, pedindo sem nenhum deles, obtém.

De tal maneira o foco da predileção Divina se concentrou inteiro n’Ela.

Depois, parte d’Ela de novo para benefício de toda a criação.

E Ela é onipotente porque Ela é medianeira de todas as graças.

Coroa de Nossa Senhora no Santuário de Lourdes
Há, portanto, uma espécie de correlação íntima entre uma coisa e outra.

Deus quis que as curas todas em Lourdes só fossem obtidas sob a égide de Nossa Senhora, depois de uma aparição de Nossa Senhora, como uma graça de Nossa Senhora, e mediante um pedido feito a Nossa Senhora.

Tudo em Lourdes é feito para mostrar que todas as graças vêm por meio d’Ela. E graças todas para serem distribuídas estão nas mãos d’Ela para mostrar que Ela é a Rainha do Céu e da Terra.

E a Medianeira Universal das graças porque por Ela passa tudo.

(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, 4.2.65, texto não revisto pelo autor)



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário. 




segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Nossa Senhora Aparecida sai indene da trituração:
sinal do que está vindo?

Assim foi encontrada a imagem no lixão de Patos de Minas praticamente intacta, novembro 2017
Assim foi encontrada a imagem no lixão de Patos de Minas
praticamente intacta, novembro 2017
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Em Patos de Minas, a 400 km de Belo Horizonte, uma imagem de gesso de Nossa Senhora Aparecida de cerca de 60 centímetros foi encontrada intacta no Aterro Sanitário após resistir ao truculento processo de compactação de lixo.

Com grande surpresa os funcionários encontraram intacta a imagem da Santa Mãe de Deus, apenas suja. Os primeiros a localizar e imagem de Nossa Senhora foram o supervisor do local Amarildo Ribeiro Silva e o operador de roçadeira Osmar Pio. O fato se deu no dia 7 de novembro (2017).

Os funcionários acharam a imagem junto a destroços que passaram pelo processo de compactação no caminhão de coleta de lixo.

O lixo é todo desfeito e esmagado já nos próprios caminhões, de forma que o que chega ao aterro sanitário é uma grande mistura para a fase final de esmagamento.

A imagem de Nossa Aparecida no aterro sanitário com um dos funcionários que a recuperou
A imagem de Nossa Aparecida no aterro sanitário
com um dos funcionários que a recuperou
No aterro o lixo sofre nova compactação executada por tratores de esteiras que pesam mais de 19 toneladas. Depois é enterrado.

A imagem da Padroeira do Brasil foi identificada quanto estava prestes a ser enterrada em meio ao lixo. Nossa Senhora Aparecida estava coberta pela sujeira, mas sem danos, escreveu o portal de notícias “Jornal Norte”.

O diretor de operações no Aterro Sanitário, Enio Ferreira, disse que a imagem vai ganhar lugar de destaque depois de ser desprezada.

Os funcionários que a resgataram pretendem criar uma capela para homenagear Nossa Senhora Aparecida no próprio aterro sanitário.

Não foi possível descobrir qual caminhão a colheu nem em qual ponto aconteceu. Esses caminhões moem tudo para aproveitar o espaço e a massa resultante é indiscernível.

Esse processo por si só já seria suficiente para quebrar a imagem que é de gesso em várias partes.

Mas a imagem resistiu também à compactação feita pelo referido trator de esteira de 19 toneladas, acrescentou o site de “Patos Hoje”.

Sugestivamente, o prodigioso fato se deu no dia 7 de novembro, centenário (pelo nosso calendário) da Revolução Comunista na Rússia de 1917.

O comunismo quer fazer com o Brasil, com diversos disfarces e estratagemas, o que os caminhões de lixo e a roçadeira fizeram com a agora venerada imagem de Nossa Senhora Aparecida: tritura-lo até deixa-lo irreconhecível, à margem da História e de sua missão providencial.

A imagem de Nossa Senhora Aparecida recuperada no aterro sanitário de Patos de Minas
A imagem de Nossa Senhora Aparecida
recuperada no aterro sanitário de Patos de Minas
Com um sorriso miraculoso, a Padroeira do Brasil nos fez entender que ainda que os inimigos apliquem seus mais sinistros e pesados instrumentos, nada conseguirão.

No fim, o Brasil sob a proteção materna de Nossa Senhora passará incólumes através de provações que parecerão esmaga-lo num vasto mar de lama, caos e corrupção.

E o Brasil acabará triunfando para cumprir sua missão histórica sob as bênçãos de Cristo Redentor.

Em Patos de Minas, a Mãe de Deus nos ofereceu uma bela e grave matéria de reflexão. E precisamente no encerramento do terceiro centenário de Nossa Senhora Aparecida e do centenário das aparições de Fátima!



VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

A intenção de Nossa Senhora em Lourdes

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






A intenção de Nossa Senhora nas curas de Lourdes é produzir milagres de caráter moral que levam as almas para o céu.

O quê é que seria Nossa Senhora, se Ela aparecesse em Lourdes para fazer bem para os corpos que perecem, e não para as almas que não perecem?

Qual seria o principal objetivo desse amor dEla aos homens, a não ser de levar para o amor de Deus?

Porque nada de melhor para os homens se pode desejar.

Porque a gente deve amar mais a Deus do que aos homens, então nós compreendemos bem o grande ensinamento de Lourdes.

O maior ensinamento de Lourdes não é o ensinamento apologético, tão grande, tão importante.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Nossa Senhora quer curar sobretudo as almas

Imaculada Conceição na Basílica do Rosário em Lourdes
Imaculada Conceição na Basílica do Rosário em Lourdes
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Nossa Senhora está infinitamente abaixo de Deus.

E tudo quanto está abaixo de Nossa Senhora está incomensuravelmente abaixo d’Ela. É o que a perenidade das curas de Lourdes nos diz.

Há uma certa interpretação da religião um pouco dada a pedir favores materiais, etc., etc., que desdenha os favores espirituais e que se impressiona muito com as curas materiais de Lourdes.

Eles não compreendem que os favores materiais que Deus dá são de fato favores. E favores que a gente deve pedir.

Mas que só são verdadeiramente favores, na medida em que levam a nossa alma a desejar os favores espirituais. As graças para a alma.

É por aí que verdadeiramente Deus atrai as almas para Ele, porque todos os favores tem este objetivo.

Não se pense que a cura de Lourdes é só porque Nossa Senhora tem pena do homem que é capenga.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Há 187 anos Nossa Senhora deu a Medalha Milagrosa

Santa Catarina Labouré aos pés de Nossa Senhora
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Santa Catarina Labouré, no dia 21 de abril de 1830, transpôs os umbrais do noviciado das Filhas da Caridade, na Rue du Bac, em Paris.

Ela chegou, sem sabé-lo, conduzida pela mão de São Vicente de Paula.

Primeira aparição: Nossa Senhora mostra que o mundo caminha para um desastre

Na noite anterior ao dia da festa de São Vicente, 19 de julho, Catarina ouviu uma voz que a acordava. Assim contou ela:

“Enfim, às onze e meia da noite, ouvi que me chamavam pelo nome: ‘Minha irmã! Minha irmã!’

Acordando, corro a cortina e vejo um menino de quatro a cinco anos vestido de branco que me diz: ‘Vinde à Capela; a Santíssima Virgem vos espera’.

“Vesti-me depressa e me dirigi para o lado do menino que permanecera de pé. Eu o segui, sempre à minha esquerda.

“Por todos os lugares onde passávamos, as luzes estavam acesas, o que me espantava muito.

“Porém, muito mais surpresa fiquei quando entrei na Capela: a porta se abriu mal o menino a tocou com a ponta do dedo. E minha surpresa foi ainda mais completa quando vi todas as velas e castiçais acesos, o que me recordava a missa de meia-noite ....

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Nosso Senhor quer que o santuário dos milagres não seja dEle mas de Nossa Senhora

Basílica de Paray-le-Monial,
cidade onde apareceu o Sagrado Coração de Jesus
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






As aparições de Lourdes se inserem numa série de manifestações de Nossa Senhora no século XIX, que são merecidamente as mais célebres das aparições.

Essas aparições de Nossa Senhora no século XIX, culminam em Fátima e na afirmação do Reinado de Maria.

A aparição de Lourdes está num pontilhado de aparições que nas noites extremas de nossos dias, são como que uma clarinada do Reino de Maria.

Uns pontos alvos, anunciando que o Reino de Maria virá.

Em cada uma das aparições de Lourdes está presente a ideia da Mediação Universal das graças e do Reinado de Maria.

Isso em Lourdes se pode dizer especialmente por uma causa evidente.

Nosso Senhor poderia ter dado a fecundidade estupenda de milagres que há em Lourdes a um santuário dEle que é o Rei do Céu e da Terra.

Para dar um exemplo: o santuário magnífico consagrando ao Sagrado Coração de Jesus em Paray-le-Monial, onde Nosso Senhor se apareceu a Santa Margarida Maria Alacoque.

Ele poderia perfeitamente fazer com que esses milagres se dessem lá.

Poderia faze-lo em todos os santuários consagrados a Ele.

Mas Ele não quis.

Ele quis que a maior fonte de milagres que houve na História da Igreja e do do mundo, fosse num santuário consagrado a Nossa Senhora.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

A Rainha conserta tudo.
Estamos pedindo o conserto com fervor?

A súplica de Nossa Senhora pode tudo junto Àquele que é Todopoderoso
A súplica de Nossa Senhora pode tudo junto Àquele que é Todopoderoso.
Por isso, Ela é verdadeiramente Rainha.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Nossa Senhora de Lourdes é Rainha e, portanto, Medianeira de todas as Graças.

Porque para Ela ser verdadeiramente Rainha, é preciso que Ela possa junto a Deus tudo quanto Ela quer.

É por esta forma que Ela governa o mundo.

Nossa Senhora tem uma natureza humana como a nossa. Então Ela, pela sua própria natureza, não tem mais poder sobre os astros ou sobre os homens, do que nós temos.

Por isso, para Ela ter o reinado de todo o universo, Ela ser a Rainha de todos os anjos, de todos os santos, de todos os homens, de todo o mundo material e dominadora terribilíssima e completa do demônio, Ela precisa ter a graça de Deus.

E Ela é Rainha porque é exatamente ponto de convergência de todas as graças de Deus.

A onipotência de Nossa Senhora tem sido muitas vezes chamada, e muito adequadamente, de onipotência suplicante.

Porque é por meio da súplica que Ela pode tudo.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Carta de Santa Bernadette Soubirous
a Sua Santidade o Beato Pio IX, Papa

Carta de Santa Bernadette Soubirous a Sua Santidade o Beato Pio IX, Papa
Carta da Santa ...
Carta de Santa Bernadette Soubirous a Sua Santidade o Beato Pio IX, Papa
a um Papa santo
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




A seguinte carta foi escrita por Santa Bernadette no convento Saint Gildard de Nevers, em 17 de dezembro de 1876.

A santa já sofria o mal que a levaria deste mundo dois anos e quatro meses depois.

O Beato Pio IX também faleceu no muito depois: em 7 de fevereiro de 1878. Ele deixou a Terra em meio a grandes sofrimentos provocados pelos inimigos da Igreja que invadiram e usurparam os Estados Pontifícios, dos quais o Papa é rei.

Naquela data brilharam pelo seu heroísmo os zuavos pontifícios (tropa de elite de voluntários que defendiam o Papa), muitos dos quais morreram em combate defendendo o reino do Papa.

A eles se refere Santa Bernadette quando diz “há já alguns anos que eu me constituí pequeno zuavo”. Seu coração estava junto com aqueles bravos soldados que davam sua vida pela Igreja no campo de batalha.

Para os inimigos da Igreja Santa Bernadette tem essa frase de conteúdo profético que faz pensar em La Salette e Fátima: Nossa Senhora “se dignará colocar ainda mais uma vez Seu pé sobre a cabeça da serpente maldita, e dar assim um termo às cruéis provações da Santa Igreja e às dores de seu augusto e Bem-Amado Pontífice”.

Eis a carta:

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Uma Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano

Reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano
Reprodução da Gruta de Lourdes nos jardins do Vaticano
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Nos jardins do Vaticano existe uma reprodução da Gruta de Lourdes.

Ela foi ali instalada mediante uma doação do bispo de Tarbes – diocese onde está Lourdes –, D. Francisco Xavier Schoepfer, ao Papa S.S. Leão XIII.

As duas personalidades religiosas estão retratadas em medalhões na fachada da Gruta, que foi desenhada pelo arquiteto dos Sagrados Palácios Apostólicos, Costantino Schneider.

Em 1° de junho de 1902 a gruta foi visitada pela primeira vez pelo Papa, na presença de numerosos Cardeais, Bispos e do público.

A construção foi financiada por uma coleta especial promovida pelos Missionários da Imaculada em todo o mundo católico.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Lourdes derrota todas as blasfêmias e sacrilégios

Lourdes vence todas as blasfêmias e sacrilégios
Lourdes vence todas as blasfêmias e sacrilégios
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Em 1854, pela Bula Ineffabilis, o grande Papa Pio IX, hoje venerado nos altares como Beato, definia o dogma a Imaculada Conceição de Nossa Senhora.

Em 1858, de 11 de fevereiro a 16 de julho, Nossa Senhora aparecia dezoito vezes, em Lourdes, a uma filha do povo, Bernadette Soubirous, declarando ser a Imaculada Conceição.

A partir dessa ocasião, tiveram início os milagres. E a grande maravilha de Lourdes começou a brilhar aos olhos de todo o mundo, até nossos dias.

O milagre confirmando o dogma, eis em resumo a relação entre o acontecimento de 1854 e o de 1858.

O que, entretanto, é menos conhecido pelo grande público é a relação desses dois grandes fatos com os problemas dos meados do século XIX, tão diversos dos de hoje, mas ao mesmo tempo tão e tão parecidos com eles.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

A solução está em Aparecida e não em Brasília

Nossa Senhora Aparecida
Nossa Senhora Aparecida
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





No Terceiro Centenário de Nossa Senhora Aparecida


Existem devoções nacionais a Nossa Senhora, como é o caso de Aparecida, da mesma maneira que há grandes invocações que têm uma realeza entre as invocações de Nossa Senhora, como é o caso de Nossa Senhora do Rosário.

Quase não existe um país da Terra que não tenha uma grande devoção a Nossa Senhora e de que Ela não seja, debaixo de algum título, a Padroeira.

Também existem as invocações a Nossa Senhora das regiões e das cidades, como é, por exemplo, Nossa Senhora da Penha, em São Paulo.

E, às vezes, ainda há imagens de Nossa Senhora particularmente invocadas numa paróquia, numa parte de uma cidade, etc.

Há até famílias que têm uma devoção especial por alguma imagem de Nossa Senhora por alguma relação especial dEla com aquela família.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

A grande Santa Bernadette:
a mais baixinha do convento

Santa Bernadette postulante em pé
dando a mão à Mãe Superiora sentada
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Santa Bernadette não só era muito baixa, mas era a mais baixinha das freiras do convento de Saint-Gildard.

Chegava a gracejar com a irmã Josefa Caldairou para animá-la, fazendo-lhe notar que ela era mais alta um centímetro que Bernadette.

A baixa estatura de ambas fazia com que elas devessem sempre ir à frente nos cortejos.

Mas acontecia que muitas pessoas queriam conhecer Bernadette.

E como muitas delas tinham feito uma ideia adocicada e subjetiva da santidade, ficavam surpresas ao verem uma grande santa que não batia com certas imagens comumente divulgadas.

Foi o caso de Antoinette Dalias, uma noviça de 18 anos que entrou em Saint Gildard em 16 de maio de 1867, proveniente da cidade de Gers. Ela tomou o nome religioso de irmã Bernarda e foi grande amiga de Santa Bernadette.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

O Triunfo da Imaculada Conceição em Lourdes

A Imaculada Conceição, catedral de Segovia, Espanha
A Imaculada Conceição, catedral de Segovia, Espanha
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





São Luiz Maria Grignon de Montfort diz que Deus reuniu todas as águas e as chamou mar. E que reuniu todas as graças do Céu num só coração e as chamou Maria!

Desde toda a eternidade a Santíssima Trindade pensou em Maria, e desde toda a eternidade A predestinou.

São Tomás pergunta se Deus poderia fazer coisas maiores, mais perfeitas que todas as que fez, e responde afirmativamente.

Mas excetua três coisas: Jesus Cristo, a Virgem Maria e a bem-aventurança dos eleitos.

Deus, nestas três coisas — diz Santo Agostinho (De Civitate Dei) — esgotou sua ciência, seu poder, suas riquezas e sua bondade.

O primeiro privilégio cronologicamente falando de Maria é a Imaculada Conceição

Nem sempre se viu com clareza este altíssimo privilégio da Santíssima Virgem. Houve até quem a negou, e foram altos teólogos!.

Na nossa época de crise e perda da fé, até eclesiásticos e religiosas “no vento” também contestam essa prerrogativa da Mãe de Deus.

Para afastar qualquer dúvida, Nossa Senhora apareceu em Lourdes.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

O dia da 1ªaparição tudo dava errado para a família de Santa Bernadette

Francisco Soubirous e seus dois filhos, Lourdes
Francisco Soubirous e seus dois filhos
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Quantas e quantas vezes nós achamos que o dia que estamos vivendo é difícil! E muitas vezes é difícil mesmo! Tudo sai errado, nada dá certo.

Não há nada esperançoso no horizonte e o bem que aguardávamos não sai.

Esses são os dias, as horas, os minutos e até os segundos em que de modo especial temos que nos voltar para Nossa Senhora, com um pensamento, uma jaculatória, uma Ave Maria, um olhar, um nada!, dizendo do fundo da preocupação e da angústia: "Minha Mãe, em Vós confio! Aceitai esta minha dor como um oferecimento por alguma alma mais necessitada que Vós bem conheceis!"

Até os grandes santos passaram por esses dramas da vida quotidiana. Todos passam. A diferença está no modo de vê-los e agir.

Toda a família de Santa Bernadette passou um dia assim o dia da primeira aparição.

O 11 de fevereiro de 1858 foi uma jornada de problemas dolorosos para a família da Santa. Aliás, não se diferenciou muito dos outros de sua sofrida vida quotidiana.

Eles cairam na miséria. Tinham que viver no "cachot", a antiga cela da delegacia que tinha sido desafetada.

Francisco Soubirous saíra cedo à procura de um ‘bico’. Na casa não havia o que comer.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Imagem de Nossa Senhora de Lourdes jogada no rio pelos comunistas e recuperada no Camboja

Nossa Senhora do Mekong: imagem de Nossa Senhora de Lourdes recuperada milagrosamente do rio Mekong no Camboja.
Nossa Senhora do Mekong: imagem de Nossa Senhora de Lourdes
recuperada milagrosamente do rio Mekong no Camboja.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Há dez anos, oito pescadores cambojanos encontraram uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes que tinha sido jogada no rio Mekong havia 33 anos.

A imagem mede 1,50 metros e pesa 160 quilos, informou o diário vaticano L'Osservatore Romano com data de 27 de maio de 2008, segundo foi noticiado na época.

O achado teria acontecido no dia 16 de abril desse ano segundo o blog vietnamita Asean Traveller.

A profanação ocorreu durante o genocídio perpetrado pela ditadura socialista de obediência chinesa.

Segundo o L’Osservatore Romano, os pescadores não souberam avaliar a importância religiosa da descoberta e venderam a imagem.

Mas os católicos que sobreviveram ao extermínio comunista logo intuíram o valor do providencial achado e ficaram com ela a troca de sete sacas de arroz.

Eles doaram a estátua à paróquia de Areaksat, conhecida como Nossa Senhora da Paz.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Breve resumo da vida de Santa Bernadette

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Bernadette Soubirous nasceu em 7 de janeiro de 1844, na pequena cidade de Lourdes, ao pé dos Pirineus, no sul da França.

No tempo das aparições seu pai, que era dono de um moinho, estava arruinado.

A família morava de graça numa cela abandonada da cadeia da cidade.

Nossa Senhora lhe apareceu pela primeira vez em 11 de fevereiro de 1858.

Nesse momento Bernadette colhia gravetos para esquentar a mísera cela e a mãe cozinhar uma pobre sopa.