terça-feira, 7 de abril de 2020

Novena de Santa Bernadette – Segundo dia

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





Segundo Dia: o amor a Deus

Obtende-nos, ó Santa Bernadete, de amar sempre fielmente e profundamente Nosso Senhor, Majestade infinita, de cujo Coração emanam torrentes de amor à procura de quem queira recebê-las.

Que todos os atos de nossa vida sejam voltados para esse amor incorrespondido, e que, acolhendo-o em nosso coração, possamos irradiá-lo para os outros.

Pensamento espiritual: “Penso que Nossa Senhora me dá o Menino Jesus. Eu O pego no colo. Falo com Ele e Ele fala comigo”. (Santa Bernadete)

Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.

Pedir a graça que se deseja obter com esta novena.


***********************************

VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Novena de Santa Bernadette – Primeiro dia

Corpo incorrupto de Santa Bernadete, Nevers, França.
Corpo incorrupto de Santa Bernadete, Nevers, França.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




ORAÇÃO INICIAL DA NOVENA

Ó Minha Senhora e minha Mãe, Vós manifestastes em Lourdes a grandeza de vosso poder e a imensidade de vossa bondade, e por isso todos os homens vão a Vós e Vós os curais.

Não permitais que eu me separe de Vós. Mãe, é o que Vos peço mais do que tudo, do fundo de minha alma. Pois, dessa forma, não me afastarei de Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, para o qual Vós sois, por vontade d’Ele, canal necessário, medianeira universal e onipotência suplicante.

Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós!

Santa Bernadete, rogai por nós!


Primeiro Dia: a virtude da confiança

Santa Bernadete, aumentai nossa confiança na Santíssima Virgem, por quem tiveste a honra de padecer contrariedades que pareciam invencíveis na terra.

Como Vós, também nós nos colocamos sob a Sua proteção, para guardar sempre a certeza de que, afinal, faremos a vontade de Deus, pela poderosa intercessão da Mãe de Deus.

Pensamento espiritual: “Nossa Senhora me disse que eu não seria feliz neste mundo, mas no outro”. (Santa Bernadete)

Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai.

Pedir a graça que se deseja obter com esta novena.


***********************************

VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

sábado, 4 de abril de 2020

A entrada de Jesus em Jerusalém no Domingo de Ramos

Jesus entrou num humilde burrico
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








No Domingo de Ramos, comemora-se a entrada triunfante de Nosso Senhor Jesus Cristo em Jerusalém.

No andor principal Nosso Senhor entra sobre um burrico na Cidade Santa.

No andor seguinte, a Mãe de Deus contempla a tragédia que se avoluma.

A entrada de Jesus em Jerusalém, no Domingo de Ramos, patenteia quanto o povo O apreciava incompletamente.

Aclamavam-No, é verdade, mas Ele merecia aclamações incomensuravelmente superiores, e uma adoração bem diversa!

Humildemente sentado num burrico, Ele atravessava aquele povo, impulsionando todos ao amor de Deus.

Em geral, as pinturas e gravuras O apresentam olhando pesaroso e quase severo para a multidão.

Para Ele, o interior das almas não oferecia segredo.

Ele percebia a insuficiência e a precariedade daquela ovação.

Nossa Senhora acompanhava passo a passo a tragédia
Nossa Senhora percebia tudo o que acontecia, e oferecia a Nosso Senhor a reparação do seu amor puríssimo.

Que requinte de glória para Nosso Senhor!

Porque Nossa Senhora vale incomparavelmente mais do que todo o resto da Criação.

Este é o lado misterioso da trama dos acontecimentos da Semana Santa.

Maria representava todas as almas piedosas que, meditando a Paixão, haveriam de ter pena d’Ele e lamentariam não terem vivido naquele tempo para tomar posição a seu lado.



VÍDEO: ENTRADA DE JESUS EM JERUSALÉM

Se seu email não visualiza corretamente o vídeo embaixo CLIQUE AQUI




Palm Sunday: triumphal entrance of Our Lord Jesus Christ in Jerusalem.
(english version)

>

(Autor: Plinio Corrêa de Oliveira, “Catolicismo”, abril de 2003)


VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Entronizar a Imaculada em Moscou,
quartel geral da Serpente infernal

Nossa Senhora de Quito: a Imaculada esmaga o dragão infernal.
Nossa Senhora de Quito: a Imaculada esmaga o dragão infernal.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







continuação do post anterior: Plano de Deus: vitória da Imaculada sobre a doença, o pecado e o mal


Conferência de São Maximiliano Maria Kolbe, 11 de fevereiro de 1937.



Se nós somos almas consagradas, se somos cavaleiros da Imaculada, devemos sair a campo e lutar.

Devemos organizar todas as nossas forças para manter os virtuosos na fidelidade e conduzir os que erram de volta ao caminho da fé.

Conduzi-los de volta à misericórdia de Deus, à bondade materna da Imaculada, esclarecendo-os – com aquela paz inefável que o Senhor já concede na vida presente – sobre o destino eterno que nos espera e para o qual fomos criados.

Toda palavra portadora da verdade tira sua eficácia da graça divina.

Precisamente para combater tal perversa impiedade, a União Piedosa da Milícia de Maria Imaculada, com a aprovação da autoridade eclesiástica e dos Superiores da Ordem, foi estabelecida em 1917. [N.R.: em 17 de outubro, quatro dias depois do milagre do sol em Fátima, ao mesmo tempo que estourava a Revolução Comunista na Rússia].

Sua razão de ser é nos colocarmos nas mãos de Nossa Senhora para trabalhar pelo Reino de Deus, com a certeza da vitória de Maria sobre esses grandes males do mundo – o ódio, a carnificina horrível e as ruínas fumegantes da guerra de 1914-1918.

Também devemos usar a imprensa e outros meios de comunicação – sejamos claros, mesmo nas melhores circunstâncias isso será sempre pequeno, comparado ao que possui a imprensa mundial ateísta e antirreligiosa – e colocá-los a serviço da Imaculada para combater o erro e a impiedade, para a glória de Deus, para que todo homem saiba que foi redimido por Jesus Cristo e chamado à glória imortal.

Não podemos descansar enquanto houver no mundo uma alma em perigo, que ainda não conhece a Imaculada.

Nossa fragilidade humana, nossos recursos limitados ou qualquer outra dificuldade mundana não devem nos inibir.

Confiemos na Imaculada, coloquemo-nos verdadeiramente em Suas mãos e Ela continuará a vencer as batalhas de Deus, como em Lepanto, como em Viena.

Devemos introduzir Nossa Senhora em toda alma, para que de toda alma o pecado seja expulso e Jesus entronizado. Quem encontra a Imaculada, encontra Jesus.

A Imaculada é a vencedora do demônio, a Mãe de Deus, sempre unida a Deus, a cheia de graça, a obra-prima da graça, com toda a santidade e perfeição alcançável por uma criatura humana.

A Imaculada é Aquela que, em Seu ilimitado e respeitoso amor, deseja a glória de Deus, luta as batalhas de Deus para vencer o mal e triunfar o bem, esmaga a cabeça do monstro infernal e destrói todas as heresias do mundo inteiro.

Oremos à Imaculada, confiemos na Imaculada, a vitoriosa, aguardando fielmente o dia em que um cavaleiro da Imaculada alteará acima do Kremlin em Moscou o pendão níveo da Imaculada.

[N. R.: testemunhas narraram que a afirmação recebeu um estrondoso aplauso entre exclamações de “Amem”.

São Maximiliano não conhecia ainda a mensagem de Fátima mas falava inspirado em consonância com a promessa “Por fim meu Imaculado Coração triunfará”.

Para ele a instalação dos comunistas na Catedral da Assunção em Moscou tinha-a transformado no quartel geral da anti-milícia da Serpente.

Poucos dias depois, o Pe. Pignalberi, ouviu de São Maximiliano que antes da entronização da imagem da Imaculada no próprio centro de Moscou haveria um banho de sangue.

Ele confirmou a “prova de sangue”, mas insistiu em não se perturbarem porque tudo acabaria dando certo]

Encontro-me diante de tantos professores, de tantos ilustres representantes do pensamento teológico e do ensino eclesiástico.

Quando surgirá uma Biblioteca da Imaculada para cantar e perpetuar Suas glórias?

Quantos estão dispostos a empreender essa tarefa laboriosa e gloriosa?

Coletar, organizar e transmitir tudo o que fala da Imaculada ao longo dos séculos: Sagradas Escrituras, Sumos Pontífices, Padres da Igreja, Santos Doutores da Igreja, Doutores da Igreja, Teólogos e Santos.

Criar um corpus doutrinário e histórico onde todos possam haurir conhecimentos do mistério da Imaculada, onde todos possam crescer em devoção, admiração e amor à Imaculada – não apenas o clero e os religiosos, mas também os simples fiéis em todo o mundo.

Que digno monumento ao Deus que quis nos dar a Imaculada; que farol para os não-crentes; que laço de amor que nos une cada vez mais à Imaculada!

Que todos se nutram dessa verdade, a fim de entrar no pensamento de Deus que desejou que a Encarnação nos desse muito mais do que perdemos com Adão.

E que na Encarnação desejou que a Imaculada nos lembrasse do homem inocente criado por Deus e da visão de um mundo inocente, de acordo com o plano de Deus.

A Deus seja dada toda a glória, a Deus nosso amor respeitoso e nosso louvor, que assim quis exaltar e glorificar a Imaculada, à Mãe desta humanidade desarticulada e pecaminosa, nossa esperança sempre.


VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

terça-feira, 31 de março de 2020

Plano de Deus: vitória da Imaculada
sobre a doença, o pecado e o mal

As palavras de Nossa Senhora, inscritas ao pé de sua imagem em Lourdes
As palavras de Nossa Senhora, inscritas ao pé de sua imagem em Lourdes:
"Eu sou a Imaculada Conceição" (no dialeto de Santa Bernadette)



Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs










Conferência de São Maximiliano Maria Kolbe, 11 de fevereiro de 1937.



Na Sala da Imaculada, na Basílica dos Doze Apóstolos em Roma, a convite do Reverendíssimo Padre Beda M. Hess, Ministro Geral dos Irmãos Menores Conventuais, durante a reunião comemorativa do 20º aniversário da fundação em Roma da Milícia da Imaculada, no ano de 1917.

Na vasta audiência havia cardeais, bispos, membros da nobreza romana, professores universitários e representantes das grandes famílias franciscanas e de outras ordens religiosas.

O Pe. Vittorio Di Lillo registrou o evento em Incontri con Padre Massimiliano, págs. 43-48.

São Maximiliano começou recordando a festa do dia – Nossa Senhora de Lourdes – e sua primeira aparição na gruta de Massabielle.


Cremos na proclamação infalível do Papa que definiu o dogma da Imaculada Conceição anteriormente, em 1854 [N.R.: antes das aparições de Lourdes em 1858], mas devemos agradecer à Santíssima Virgem, que desejava confirmar essa verdade com suas instruções e milagres, especialmente para aqueles que não acreditam.

Sabemos, de fato, que em resposta ao insistente pedido de Bernadette, Ela respondeu em 25 de março de 1858 exatamente desta maneira: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

São Maximiliano Maria Kolbe

Vamos meditar essas palavras.

Ela não disse: “Eu sou Aquela que foi concebida sem pecado” ou “Aquela que foi preservada do pecado original” ou outras formulações semelhantes.

Mas Ela disse: “Eu sou a Imaculada Conceição”, como quem quer significar não apenas um fato, uma dignidade ou qualidade, mas designar Sua própria pessoa: Eu sou (cf. Ex 3, 14: Jo 8, 12; Apoc 1, 8).

A qualidade de Imaculada se identifica com Nossa Senhora e Nossa Senhora é a Imaculabilidade personificada.

Cfr. "14. Deus respondeu a Moisés: “Eu sou aquele que sou”. E ajuntou: “Eis como responderás aos israelitas: (Aquele que se chama) ‘Eu sou’ envia-me junto de vós”." Êxodo, 3–14

"12. Falou-lhes outra vez Jesus: “Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida”." São João, 8-12

"8. Eu sou o Alfa e o Ômega, diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que vem, o Domi¬nador." Apocalipse, 1 – 8

E escolhendo o dia da festa da Anunciação, Ela nos faz entender também o porquê desse privilégio, tendo em vista precisamente a maternidade divina.

Procuremos penetrar no plano de Deus: A Imaculada, unida ao Seu Filho divino por laços de sangue, está associada a Ele no mistério da salvação, na luta contra o mal, no triunfo do bem.

O novo Adão e a nova Eva estão unidos na graça, estão unidos no sofrimento, estão unidos na glória, no Calvário e no Céu; sempre unidos, ontem e hoje, nos ataques aos infiéis.

Contra quem se enfurecem as forças do mal e do erro? Contra Cristo, Nossa Senhora e o Papado.

A imprensa ateia, materialista e maçônica espalha erros contra a religião e a fé, combate a Igreja e o Papado, e visa apagar da face da terra os próprios nomes de Cristo e de Nossa Senhora.

Todos os meios são usados: imprensa, rádio, cinema e entretenimento, para espalhar a descrença, ridicularizar os fiéis e organizar procissões blasfemas para denegrir o Santo Padre.

Onde podem, usam da autoridade e da violência para derrubar as igrejas, as cruzes e todos os símbolos da fé.

Aqui em Roma, na Praça de Campo di Fiori, eles cantaram em homenagem a Giordano Bruno para mostrar desrespeito ao Papa prisioneiro no Vaticano.

[N.R.: o frade dominicano Giordano Bruno, apóstata e herético, foi queimado pela Justiça civil na Praça de Campo di Fiori. No século XIX ele foi erigido em um dos maiores “heróis mártires” dos anticlericais e maçons que visavam invadir os Estados Pontifícios. A referida passeata maçônica de 1917 foi promovida pelo hebreu inglês Ernest Nathan, prefeito de Roma (1907-1913). Cf. Dizionario Enciclopedico Italiano, VIII, Roma 1970, pág. 244.]

Embaixo do Vaticano, eles carregavam faixas e bandeiras mostrando Lúcifer vencendo São Miguel.

Devemos apenas ficar assistindo de pé?

Não basta chorar por trás de venezianas fechadas.

Devemos rezar e nos sacrificar pela conversão dos pecadores e dos que erram.



continua no próximo post: Entronizar a Imaculada em Moscou, quartel geral da Serpente infernal

VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

domingo, 29 de março de 2020

No Dia da Anunciação, o Arco-Íris se faz ver em Lourdes

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs









Paulo Roberto Campos
Agência ABIM


De um colega que reside na França, recebi estas fotos de um belo arco-íris visto em Lourdes, justamente no dia 25 de março, dia da Anunciação do Anjo e da Encarnação do Verbo.

Pode-se dizer que a vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo à Terra, por meio da Santíssima Virgem, foi a magna aliança de Deus com os homens.

Portanto, é muito simbólico o Arco-da-Aliança surgindo em Lourdes no dia da Anunciação.

É Deus indicando que a solução para a grave crise do mundo hodierno é nossa aliança com sua Mãe Santíssima.

E Lourdes é um dos lugares por excelência d´Ela, aonde Ela concede inúmeras graças e opera bens espirituais e físicos.


Entretanto, o clero progressista fechou os lugares em que os fiéis iam se banhar nas águas milagrosas de Lourdes.

Tal clero “esquerda católica” alegou o coronavírus para fechar aqueles abençoados lugares de Lourdes.

Justamente nestes dias em que as pessoas mais precisam de graças e curas…

É o clero progressista recusando a Aliança de Deus com os homens!

VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

terça-feira, 24 de março de 2020

Anunciação: a festa dos escravos de Maria segundo o método de São Luis Grignon de Montfort

Corrente e Cruz de Nossa Senhora, Aparições de La Salette

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs








Em La Salette, Nossa Senhora apareceu usando uma Cruz e uma corrente todas especiais.

Mélanie, ela própria nos contou como eram:

“A Santa Virgem tinha uma belíssima cruz pendurada no pescoço.

“Essa cruz parecia ser dourada, mas digo dourada para não dizer que era folheada a ouro (...). Sobre esta cruz brilhantíssima havia um crucificado.

“Era Nosso Senhor com os braços estendidos sobre a cruz. Quase nas duas extremidades da cruz, de um lado havia um martelo e do outro uma torquês.

“A cor da pele do crucificado era natural, mas brilhava com grande fulgor.

“E a luz que emanava de todo seu corpo parecia dardos brilhantíssimos que perpassavam meu coração de desejo de me fundir n’Ele.

“Por vezes Cristo parecia morto.

“Ele tinha a cabeça inclinada e o corpo estava afastado, como a ponto de cair, se não fosse retido pelos pregos que o seguravam na cruz.

“Outras vezes Cristo parecia vivo.

“Tinha a cabeça erguida, os olhos abertos, e parecia estar na cruz por vontade própria.

“E em algumas ocasiões parecia falar”.

Geralmente interpreta-se o martelo como símbolo daqueles que pela sua má vida, pelo menosprezo da Lei divina e até pelo ódio, pregam ainda mais Nosso Senhor Jesus Cristo na cruz.

Nesta concepção a torquês representa aqueles que, pelas suas boas ações, diminuem as dores de Nosso Senhor, e dentro de suas possibilidades tentam despregá-lo da cruz.

“A Santíssima Virgem – lembra ainda Mélanie – tinha duas correntes, uma um pouco mais larga que a outra.

“Da mais estreita estava pendurada a cruz à qual me referi.

“Essas correntes (é preciso dar-lhes o nome de correntes) eram raios de glória de grande brilho, que não é fixo mas faiscante”.

Crucifixo de Nossa Senhora, Aparições de La Salette
A corrente alude à devoção da sagrada escravidão a Nossa Senhora, segundou pregou São Luis Maria Grignion de Montfort.

O grande santo marial havia explicado essa devoção hoje tão espalhada, felizmente, em seu famoso "Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem".

Porém, após a morte de São Luis Maria, dito Tratado não foi levado muito a sério e por fim desapareceu em meio aos desmandos, saques e profanações da Revolução Francesa.

Por isso ficou desconhecido de todos durante mais de cento e trinta anos (período de 1712 a 1842).

Tendo-se aberto o processo de beatificação de São Luis Maria, foram procurados todos os escritos do Santo, como é de praxe.

Foi assim que foi recuperado o Tratado desaparecido. O achado aconteceu pouco antes da aparição de La Salette.

Foi como se a Providência tivesse escolhido a aparição de Nossa Senhora para começar a difusão em grande estilo da devoção.

Então, a mensagem de La Salette e a devoção da sagrada escravidão de amor a Nossa Senhora, como ensinada no Tratado, ficaram indissociavelmente unidas.

Acresce que, como veremos, Nossa Senhora no fim de seu segredo em La Salette fez um apelo dramático pela vinda dos Apóstolos dos Últimos Tempos profetizados por São Luis Grignion no próprio Tratado e na admirável Oração Abrasada.

Nossa Senhora também propôs uma regra para esses Apóstolos dos Últimos Tempos, na qual parece estar se lendo ensinamentos de dito Tratado.









Introdução

Finalidade do “Tratado da Verdadeira Devoção”

Maria Santíssima é insuficientemente conhecida

Excelências das faculdades da alma de Nossa Senhora

Outras qualidades de Maria Santíssima

Devoção a Nossa Senhora: característica da santidade

Maria Santíssima é a Onipotência Suplicante

Necessidade da devoção à Santíssima Virgem

Papel de Nossa Senhora na Encarnação

O poder da oração de Nossa Senhora e a nossa vida espiritual

A cooperação de Nossa Senhora com Deus Filho

Devoção a Nossa Senhora e apostolado

A intimidade entre Nosso Senhor e Nossa Senhora aplicada à nossa vida espiritual

A confiança total em Nossa Senhora

A cooperação de Nossa Senhora com o Espírito Santo

Deus quer servir-se de Maria na santificação das almas

Necessidade da devoção a Nossa Senhora para a nossa salvação

Aplicações para o apostolado

Maria no mistério da Igreja. Primeira consequência: Maria é a rainha dos corações

Segunda consequência: Maria é necessária aos homens para chegarem ao seu último fim

Os apóstolos dos últimos tempos e o demônio

Maria, a mais terrível inimiga de Lúcifer

Os Santos dos Últimos Tempos

Os Apóstolos dos Últimos Tempos

Verdades fundamentais da devoção à Santíssima Virgem

A pretexto de não ofender a Nosso Senhor, destroem a devoção a Nossa Senhorar

Apresentar Nossa Senhora de um modo terno, forte e persuasivo

Características da escravidão a Nossa Senhora

Seremos escravos, ou de Deus ou do demônio

Por que ser escravo de Maria, que é escrava de Deus?

A Mediação Universal de Nossa Senhora na obra de São Luís Grignion

Fatos que mostram a necessidade de protegermos de nosso fundo de maldade

A consciência da própria maldade, condição indispensável para a santificação

Escolha da verdadeira devoção à Santíssima Virgem

Os falsos devotos e as falsas devoções à Santíssima Virgem

A perfeita devoção à Santíssima Virgem ou a perfeita consagração a Jesus Cristo

Motivos que nos recomendam esta devoção

A devoção a Nossa Senhora aumenta nossas virtudes, unindo-nos sempre mais a Nosso Senhor

A graça de possuir uma grande intimidade com Nossa Senhora

A escravidão a Nossa Senhora dá valor incalculável às nossas boas obras

Figura bíblica desta perfeita devoção: Rebeca e Jacó

“Filho, dá-me o teu coração”



VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

domingo, 22 de março de 2020

São Sebastião: o vencedor das epidemias

São Sebastião, vencedor das epidemias. Igreja de Sant'Agostino, San Gimignano, Itália (detalhe).
São Sebastião, vencedor das epidemias.
Igreja de Sant'Agostino, San Gimignano, Itália (detalhe).
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






São Sebastião, o famoso mártir nasceu em Narbonne (atualmente na França) no ano 256 da era cristã, foi educado em Milão, norte da Itália, de onde era sua mãe.

Seu pai era militar e ele ingressou como soldado no exército do Império de Diocleciano e logo tornou-se primeiro capitão da guarda.

Nesta época, a Igreja e os cristãos sofriam duras perseguições por parte do imperador, que queria aniquilar o cristianismo.

Porém, Sebastião confortava os cristãos presos e os exortava ao heroísmo servindo-se do prestígio de sua condição de oficial.

Acabou sendo denunciado e conduzido à presença do imperador.

Sebastião venceu todo medo e com grande sabedoria e inspirado pelo Espírito Santo increpou o imperador.


Seu poder sobre as epidemias é invocado na sua Missa, na antífona da Comunhão:

“A turba dos doentes e dos que eram vexados de espíritos impuros vinham a Ele, porque d’ele saía uma virtude que os curava a todos”.

Também há diversas orações para pedir sua intercessão especialmente nas pestes, doenças e epidemias.

Reproduzimos uma mais acessível:


Glorioso mártir São Sebastião, soldado de Cristo e exemplo de cristão, hoje vimos pedir a vossa intercessão junto ao trono do Senhor Jesus, nosso Salvador, por Quem destes a vida.

Vós que vivestes a fé e perseverastes até o fim, pedi a Jesus por nós para que sejamos testemunhas do amor de Deus.

Vós que esperastes com firmeza nas palavras de Jesus, pedi-Lhe por nós, para que aumente a nossa esperança na ressurreição.

Vós que vivestes a caridade para com os irmãos, pedi a Jesus para que aumente o nosso amor para com todos.

Enfim, glorioso mártir São Sebastião,

protegei-nos contra a peste, a fome e a guerra;

defendei as nossas plantações e os nossos rebanhos, que são dons de Deus para o nosso bem e para o bem de todos.

E defendei-nos do pecado, que é o maior de todos os males. Assim seja.
Ele defendeu fazer para o Império o melhor serviço possível denunciando o paganismo e a injustiça contra a Fé verdadeira em Cristo Salvador.

O imperador Diocleciano, duro de coração, mandou prendê-lo num tronco e trucida-lo com flechadas.

Foram tantas que acharam que estava morto sendo deixado para pasto dos animais selvagens.

Porém, Irene, viúva de do mártir São Castulo, resgatou-o secretamente e cuidou de suas diversas feridas.

Milagrosamente recuperado, Sebastião foi aconselhado por seus amigos a fugir de Roma, mas corajosamente apresentou-se novamente a Diocleciano.

Increpou-o fortemente pela perseguição aos cristãos, e Diocleciano tomado da ira de que são capazes os maus ordenou açoitá-lo até a morte.

A execução aconteceu no ano de 287 d.C. e o corpo do mártir foi resgatado e enterrado por Santa Luciana numa catacumba na Via Apia.

Posteriormente, em 680, sob o pontificado de Santo Agatão, suas relíquias foram transportadas solenemente para a Basílica de São Sebastião das Catacumbas, onde hoje são veneradas.

Naquela ocasião grassava uma peste em Roma, que vitimou muita gente.

Aquela terrível epidemia desapareceu na hora da transladação. Por esta razão os católicos veneram em São Sebastião o grande padroeiro contra a peste.

Em outras ocasiões se verificou o mesmo fato:

– foi assim no ano de 1575 em Milão,

– e em 1599 em Lisboa.

São Sebastião, mosteiro de Las Dueñas, Salamanca, Espanha
São Sebastião, mosteiro de Las Dueñas, Salamanca, Espanha
As duas cidades ficaram livres da peste pela sua intercessão.

No Brasil, ele é celebrado com festas e feriados no dia 20 de janeiro como padroeiro de várias cidades, notadamente Rio de Janeiro.

Na batalha final contra os protestantes calvinistas franceses na Bahia de Guanabara em 1567.

“Segundo a tradição corrente entre os tamoios e assinalada por alguns dos nossos cronistas, entre os quais Melo Morais pai, o próprio santo protetor da cidade foi visto batendo-se contra os Calvinistas” (Max Fleiuss, História da Cidade do Rio de Janeiro, 49, Melhoramentos, São Paulo, sd., apud Gaudium Press).

O dia da batalha da Bahia de Guanabara era a festa de São Sebastião. O Sumo Pontífice Caio (Papa de 283 até 296) lhe concedera o título de Defensor da Igreja, além da consolidada fama de Intercessor contra as Epidemias.


VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.

quarta-feira, 11 de março de 2020

Fechar as piscinas de Lourdes?
Desrespeito atrai males piores que o coronavírus

Um piscinas de Lourdes para os fiéis segundo mandou Nossa Senhora a Santa Bernadette
Uma piscina de Lourdes segundo mandou Nossa Senhora a Santa Bernadette
Roberto de Mattei
(1948 - )
professor de História,
especializado nas ideias
religiosas e políticas no
pós-Concilio Vaticano II.






As notícias são incríveis, mas infelizmente verdadeiras.

Por medo do coronavírus, o Santuário de Lourdes fechou todas as piscinas “por precaução” e “até novo aviso”. (Já tínhamos noticiado em post anterior: Por que não recorrer à água de Lourdes contra o coronavírus? Não é a grande solução?)

O mesmo santuário anunciou isso em 1º de março.

As piscinas de Lourdes são banheiras nas quais os peregrinos são imersos individualmente por alguns segundos para receber benefícios físicos e espirituais.

O local de onde essas águas fluem foi revelado pela própria Nossa Senhora a Santa Bernadette em fevereiro de 1858.

A água acabou sendo milagrosa e nunca deixou de fluir desde então.

Milhões de peregrinos vão a Lourdes todos os anos e cerca de 80 mil deles tomam banho nas piscinas.

Fiéis aguardam sua vez nas piscinas de Lourdes, setor feminino
Fiéis aguardam sua vez nas piscinas de Lourdes, setor feminino
Milhares e milhares de curas ocorrem. A Igreja, após um exame rigoroso, reconheceu oficialmente cerca de oitenta: 49 pessoas se recuperaram nas águas de Lourdes e 39 nas piscinas.

O verdadeiro milagre de Lourdes, no entanto, não são essas prodigiosas curas, mas os efeitos taumatúrgicos, tanto espirituais quanto físicos, de uma água em que centenas de pessoas doentes, afetadas pelas mais diversas enfermidades, incluindo feridas e lesões na pele, mergulham todos os dias, sem que nunca tenha ocorrido uma só infecção.

A água, que antes era mudada duas vezes por semana e agora todos os dias, está cheia de germes, embora — repito — nenhuma pessoa doente jamais tenha sido infectada durante esses banhos.

Ora, quando uma epidemia está se espalhando na Europa, se existe um lugar que deva ser utilizado, um local infalivelmente protegido, é o Santuário de Lourdes, que é por excelência o local de cura para a alma e o corpo.

Quem se banhasse em Lourdes na mesma piscina de um paciente com coronavírus poderia ter certeza de que não seria infectado, porque as piscinas em Lourdes não são locais de pecado, mas locais de fé, e é a fé, e não a medicina, que permite os milagres.

O milagre é uma intervenção divina superior a todas as forças humanas e quem nega a possibilidade do milagre nega a própria existência de Deus.

Quem nega a natureza milagrosa da água de Lourdes, quem teme que as piscinas de Lourdes possam produzir contágio, nega o poder de Deus, nega as promessas de Nossa Senhora, nega o significado de Lourdes.

Momento da oração numa piscina de Lourdes, setor masculino
Momento da oração numa piscina de Lourdes, setor masculino
Se as piscinas estiverem fechadas, valeria a pena também fechar o Santuário de Lourdes.

Foi precisamente em 11 de fevereiro de 2013, dia da festa de Lourdes, que Bento XVI renunciou ao seu pontificado.

E hoje o bispo de Lourdes, o presidente da conferência episcopal francesa, o presidente dos bispos europeus, o secretário de Estado do Vaticano, o próprio Papa renunciaram a acreditar no milagre de Lourdes?

Também eles estão convencidos de que o contágio — e não a cura dos corpos e das almas, que é muito mais importante do que a cura física — pode se espalhar das piscinas de Lourdes?

Nesse caso, é uma vergonha, é um escândalo, é um pecado de incredulidade que, em vez de curar, causará novos males físicos e espirituais à Igreja e às nossas nações.

Quanto a nós, gostaríamos de nos dessedentar nas águas de Lourdes, confiando nas palavras de Nosso Senhor:

“Quem beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der tornar-se-á nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna” (Jo 4, 14).


VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI



Acompanhe online o que está acontecendo agora na própria gruta de Lourdes pela Webcam do santuário.