quarta-feira, 28 de junho de 2017

Nossa Senhora em Lourdes leva as almas para o céu pela aceitação da dor e até da derrota

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






Quando os senhores abrem os olhos nesse mundo aqui em volta, prestam a atenção como é a natureza humana decaída pelo pecado original.

Então, os senhores compreendem que os atos de abnegação estão muito longe da natureza humana.

Eles causam ao egoísmo humano um tal horror, que na aceitação da dor há um milagre maior do que todas as curas que se fazem em Lourdes.

Isto mostra bem qual é a intenção de Nossa Senhora nas curas de Lourdes: é a de produzir esses milagres de caráter espiritual, moral que levam as almas para o céu.

O quê é que seria Nossa Senhora, se Ela aparecesse em Lourdes para fazer bem para os corpos que perecem, e não para as almas que não perecem?

E qual seria o maior desejo desse amor dEla aos homens, a não ser o principal objetivo de leva-las para o amor de Deus? Porque nada de melhor para os homens se pode desejar.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Mãe: amor, afeto, bondade e misericórdia

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






A palavra família indica uma pluralidade de pessoas.

Mas há outra palavra, de especial significado, que indica uma só pessoa: mãe.

Mãe é a quintessência da família, porque é a quintessência do amor, a quintessência do afeto; e, nessas condições, a quintessência da bondade e da misericórdia.

Assim, a alma da criança em contato com a mãe começa a compreender o que é a bondade que não se cansa, o que é a graça, o favor, o amor que não se exaure.

E também aquela forma de afeto que inclina a mãe a jamais achar tedioso estar com o filho.

Carregar seu filho nos braços, brincar com ele, soltá-lo no chão, vê-lo correr de um lado para outro, ser importunada por ele incontáveis vezes durante o dia com perguntinhas, com brinquedinhos.

Para a boa mãe, nisto consiste a alegria da vida.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Corpus Christi:
Fé combativa no Santíssimo Sacramento

Procissão de Corpus Christi, La Orotava, Canárias, Espanha.
Procissão de Corpus Christi, La Orotava, Canárias, Espanha.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs





O Corpus Christi é a festa católica que glorifica especialmente a presença de Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento. A festa da instituição do Santíssimo Sacramento é na Quinta-feira Santa, na Última Ceia.

Mas a Igreja percebeu a necessidade da comemorar separadamente o Corpus Christi.

E essa festa vem sendo acompanhada de graças tão insignes, e assim o será até o fim dos tempos em que num dia glorioso mais desditado será comemorada pela última vez antes do fim do mundo.

Protestantes e hereges negam a presença real de Nosso Senhor Jesus Cristo no Santíssimo Sacramento. Esse é um dos piores escândalos da história.

Os medievais tinham uma profunda fé na presença real, que dizer que Nosso Senhor Jesus Cristo está presente verdadeira e substancialmente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade nas espécies consagradas pelo sacerdote na Missa.

Portanto, é uma devoção enorme à Santa Missa e à adoração do Santíssimo Sacramento.

Lutero e os protestantes, hoje também os progressistas, negam boçalmente a presença real.

Essa negação foi um dos pontos de fratura dos protestantes que os católicos receberam como um dos piores ultrajes jamais feitos contra Nosso Senhor.

Qual foi a tática pastoral usada pela Igreja em face dessa negação?

quarta-feira, 7 de junho de 2017

A verdadeira fisionomia de Santa Bernadette

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs






A fisionomia e a personalidade de Santa Bernadette corresponde ao tipo do plebeu digno, altivo de sua qualidade de criatura humana incorporada misticamente a Nosso Senhor Jesus Cristo pelo batismo, mas satisfeito em sua modesta condição.

Nas fotos, aparece com suas roupas de camponesa. Ela está vestida com decência e sensata simplicidade.

No todo se nota uma compostura que, mais do que no traje, se patenteia no olhar sereno, firme, profundo, puro e equilibrado até o mais alto grau.

Seu nome enche o seu século, perpetuou-se no nosso, e brilhará enquanto o mundo for mundo.

No Céu os Anjos o cantam com louvor. Bernadette Soubirous foi incluída pelo Papa Pio XI no rol dos Santos!

Ela não é burguesa, não quer ser burguesa, não quer parecer burguesa, e nem quer extinguir a burguesia.

Mas poucas burguesas, poucas Princesas até, tem tanta dignidade e decoro pessoal.