quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Milagre de Nossa Senhora de Lourdes
mudou a I Guerra Mundial (1)

São Pio X não queria a I Guerra Mundial
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Em setembro de 1914 a I Guerra Mundial teve um lance dramático. Aquele conflito iria ter um efeito fundamentalmente danoso para a Igreja Católica.

O Santo Padre São Pio X, do Vaticano, multiplicou os esforços e os ardorosos apelos para conjurar a catástrofe.

O Santo não somente via os horrores que toda guerra ‒ máxime mundial ‒ traz consigo.

Por cima de tudo, ele previa que o engajamento militar tinha uma intenção essencialmente anticatólica e, portanto, anticristã. Ele a chamava de “guerrone” (grande guerra) não sem repulsa.


A causa era que o pontificado de São Pio X trouxera um grande reafervoramento dos católicos. Estes saíram do marasmo do fim do século XIX e se reorganizavam ativamente contra os males do tempo.

Na França, contra o laicismo republicano filho da Revolução Francesa inimigo do Altar e do Trono. Na Alemanha, contra a Kulturkampf, espécie de Revolução Cultural promovida pela Prússia protestante contra o cristianismo.

Mais ainda, São Pio X condenou e combateu o “modernismo”, “síntese de todas as heresias” segundo o santo pontífice, e os movimentos correspondentes no campo social ‒ como o grupo de tipo democrático-“cristão” Le Sillon. Nisto era apoiado por muitos católicos fervorosos que cooperavam na luta contra a heresia “modernista”.

São Pio X temia pela França que então se renovava em admiráveis impulsos de catolicidade e de retorno às formas sociais, culturais e políticas que fizeram dela a Filha primogênita da Igreja.

A Prússia protestante visava esmagar o catolicismo.
Seu exército estava super-equipado
Mas, naquela guerra indesejada, a juventude católica entusiasmada pelo Papa iria ser levada ao extermínio nos campos de batalha, como de fato aconteceu.

O santo temia também pelo futuro da Áustria católica na qual depositava grandes esperanças desde que não se submetesse às imposições da Prússia protestante. Porém, um conjunto de desastradas políticas amarrou a Áustria à Prússia, então ímpio látego da Europa.

Por tudo isso, a vitória do Império Alemão seria um resultado péssimo para os católicos dos dois lados beligerantes e para a própria Igreja Católica. Mas essa vitória parecia o desenlace mais provável da guerra.

Logo no início do conflito, a ofensiva prussiana em direção a Paris ficou impossível de parar. Nos primeiros dias de setembro o exército prussiano estava às portas da capital francesa.

Uma histórica batalha aconteceu no Vale de Marne entre 5 e 12 daquele mês. Malgrado esforços heroicos e desesperados por parte dos franceses, tudo fazia pressagiar o pior: a Prússia anticatólica ficaria dona de Paris e rainha da Europa.

O exército francês subalimentado, esgotado, sem fornecimentos, reagia improvisando e o exército prussiano bem equipado, organizado e poderoso já tinha ordem de entrar em Paris.

Surpreendentemente, no dia 9 o comando prussiano ordenou a retirada geral.

O que tinha acontecido?



VEJA O QUE ACONTECE EM LOURDES NA PÁGINA ESPECIAL DE VÍDEOS -- CLIQUE AQUI


3 comentários:

  1. Bom dia, a Paz!
    Trabalho no Santuário da Divina Misericórdia no Rio de Janeiro, e daqui editamos uma revista que se chama " Raios da Divina Misericórdia", e como estamos em pleno ano mariano, 100 anos da aparição de N. S. em Fátima/Portugal e, 300 a. que os pescadores encontraram a imagem de N. Senhora da Conceição em S. Paulo/ Brasil, gostaria de saber se posso publicar na nossa revista: http://www.santuariodamisericordiarj.org.br/santuario/revista-raios-da-misericordia#edições
    o artigo do BLOG http://lourdes-150-aparicoes.blogspot.com.br/2017/02/milagre-de-nossa-senhora-de-lourdes.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+Lourdes150AniversrioDasAparies+(Lourdes+e+suas+apari%C3%A7%C3%B5es) sobre o Milagre de N.S. de Lourdes que mudou a I Guerra Mundial.
    Colocaria ao final do artigo, o endereço eletrônico do Blog.
    Att.
    Marita M.C.Veiga
    Movimento da Divina Misericórdia
    Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria!
      Prezada Sra.
      Sim, sem dúvida alguma.
      Atenciosamente

      Excluir
    2. Muito obrigada!
      Deus o abençoe!
      Marita M.C.Veiga -- Movimento da Divina Misericórdia -- Rio de Janeiro.

      Excluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.